sexta-feira, 21 de setembro de 2007

INICIANDO...

O blog visa ampliar a visão sobre a cidade de Arapiraca/AL. Pretende-se tanto explicitar seus pontos positivos, como o que necessitam melhor, fugindo da lógica de que algumas coisas não devem ser publicizadas. Pretende, ainda, ser espaço de discussão e debate, sobre como aperfeiçoar as relações sociais, modificá-las, quando necessárias, ou mesmo como alterá-las, quando houver incompatibilidade entre o ato de pensar e agir de seu povo, e os interesses de uma minoria privilegiada. Enfim, pretende ser político sem ser politiqueiro; ser realista sem ter que esconder os sentimentos ou mesmo atos de sonhar quando for preciso.

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Índice de Desenvolvimento Humano Municipal IDH-M

Evolução 1991-2000
No período de 1991 a 2000, o IDH-M de Arapiraca cresceu 17,99%, passando de 0,556 em 1991para 0,656 em 2000. A variável que mais contribuiu para este crescimento foi a Educação, com 51,5%,seguida pela Esperança de Vida, com 41,5% e pela Renda, com 7,0%. Segundo a classificação do PNUD(Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o município está entre as regiões consideradas de médio desenvolvimento humano, ou seja, IDH entre 0,5 e 0,8.A renda per capita média do município cresceu 13,93%, passando de R$ 113,41 em 1991 para R$129,21 em 2000. A pobreza (medida pela proporção de pessoas com renda domiciliar per capita inferior a
R$ 75,50, equivalente à metade do salário mínimo vigente em agosto de 2000) diminuiu 6,24%, passando de 57,7% em 1991 para 54,1% em 2000. A desigualdade cresceu 7,27%,segundo o Índice de Gini, passou de 0,55 em 1991 para 0,59 em 2000 (varia de 0, quando não há desigualdade, a renda de todos osindivíduos tem o mesmo valor, a 1 ,quando a desigualdade é máxima, apenas um detém toda a renda da sociedade e a renda de todos os outros indivíduos é nula).No Brasil o município apresenta uma situação ruim, no total de 5.507 municípios, está na 3662ªposição. Em relação aos municípios do Estado, Arapiraca apresenta uma situação boa: ocupa a 7ªposição.

Desenvolvimento Humano (1991-2000)

Especificação 1991-2000
Índice de Desenvolvimento Humano - IDH 0,556; 0,656
Educação 0,579; 0,734
Índice de Esperança de Vida 0,525 0,650
Renda 0,563 0,584
Fonte: Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2000.
Tabela 4.5.3. Indicadores de Renda, Pobreza e Desigualdade (1991-2000)
Especificação 1991 2000
Renda per capita Média (R$ de 2000) 113,41 129,21
Proporção de Pobres (%) 57,70 54,10
Desigualdade Social - Índice de Gini 0,55 0,59
Fonte: Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2000.

Economia arapiraquense

ECONOMIA



Arapiraca tem sua economia baseada na cultura do fumo, sendo conhecida até a década de 1980 como a capital brasileira do fumo, perdendo este posto na década de 1990 para cidades do sul do Brasil. Chegou a produzir 15% da produção nacional. Atualmente, responde com cerca de 9% dessa produção. Vários fatores foram decisivos para que ocorressem mudanças na organização da produção fumageira, dentre eles podemos citar: altas taxas de juros, concorrência com mercados internos e externos, baixa tecnificação, queda no consumo etc. A atividade fumageira, geralmente realizada por pequenos produtores rurais, foi continuamente sendo suplantada por outras culturas ou simplesmente, com estes produtores migrando para a cidade. Parte dos pequenos produtores rurais, sem recursos para alavancar a produção, migrou para culturas menos dispendiosas, como as hortaliças, por exemplo. Esta situação econômica, favoreceu o empobrecimento da população, o processo migratório, a ampliação da miséria local e, o arrefecimento do comércio que, em última instância, sobrevivia da cultura fumageira. O processo de reestruturação produtiva ocorrido na cultura fumageira, dificultou, também, a condição de vida dos assalariados do campo. Estes, abandonados a própria sorte, ao migrarem para as cidades circunvizinhas e a própria sede do município, com a falta de incentivos públicos, ficaram nas fileiras do desemprego e sub-emprego, ocasinando o inchaço das cidades, o favelamento, problemas de ordem socio-econômica e educacional. O processo de reestruturação produtiva, ocorrido em todo o Brasil, que sofreu agravantes na região fumageira, por não possuir alternativas de trabalho e renda. O fim do sistema de morada, também ocasionou o crescimento positivo da quantidade de excluídos do mercado de trabalho que, por não ter outra alternativa, de moradia ou de trabalho, passam não para a chamada mão-de-obra de reserva, com a possibilidade futura de encontrar empregos, mas de exclusão. Esta exclusão, ocasiona problemas deste organização familiar deteriorada pela ausência de empregos, ao desânimo total.


Arapiraca, que possui eu seu hino oficial o lema da sua principal fonte econômica " Ouro Negro", teve que redimensionar suas atividades para poder sobreviver. De cultura quase que exclusivamente agrícola, sem indústrias de porte significativo, como é caso do próprio Estado de Alagoas, passou a sobreviver de um comércio sustentado por recursos oriundos do funcionalismo público, aposentadorias, programas assistenciais do governo, tendo em vista a sua dimensão demográfica, ser cidade pólo e corresponder ao que passou a ser conhecido como grande região fumageira, englobando cerca de 10 cidades produtora de fumo.

ESPECIALIZAÇÃO TECNOLOGIAS EM EDUCAÇÃO

A criação do blog Arapiraca - Novo Olhar é uma atividade referente a disciplina Ambientes Interativos Virtuais /Ambiente Colaborativo/Mapa.

Esse espaço irá servir para discussão do desenvolvimento da nossa monografia, cujo o tema é:
EDUCAÇÃO NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO: ELABORAÇÃO DE HIPERTEXTO, onde iremos trabalhar com o tema: Arapiraca sobre um novo olhar.

COMPONENTES DO GRUPO

ELINEIDE BARBOSA LÚCIO
MARIA APARECIDA BRANDÃO
MARIA IZABEL CARDOSO FREIRE
MARIA RENADI CAVALCANTE

FUMO


Já foi a principal cultura. Hoje diversificando com hortaliças, mandioca...etc

HINO OFICIAL

Hino Oficial de Arapiraca – Projeto de Lei nº 36/61, do vereador Higino Vital da Silva (Sessão Ordinária do dia 11/11/1961) – Aprovado na Sessão Ordinária do dia 25/11/1961 . Letra do Profº Pedro de França Reis - Música de Nelson Palmeira


Sob um céu de safira estrelado,
Num agreste dêste imenso Brasil,
Fôra um rincão pequenino fadado
A ser majestoso, soberbo e viril.
CÔRO
Arapiraca, Estrêla radiosa,
Que fulgura sob o céu do Brasil,
Cidade sorriso, cidade formosa,
Cheia de esplendores e de encantos mil.
Arapiraca fôra a inspiração
De um sertanejo cheio de fé,
Rendamos, pois, de coração
O nosso “HOSANA” a Manoel André.

A cultura do fumo, a sua riqueza,
O “OURO NEGRO”, que os seus campos veste
Lhe adquirira um título de nobreza,
“ cidade Galã, PRINCESA DO AGRESTE”.
Terra adorada, Gloriosa terra,
Crisol da Pátria, abençoada por Deus
Receba, pois, o afeto que se encerra
Nos meigos corações dos filhos teus.

LOCALIZAÇÃO DA CIDADE NO ESTADO DE ALAGOAS


ARVORE QUE DEU ORIGEM AO NOME DA CIDADE


A árvore que deu origem ao nome da
cidade: Arapiraca
Segundo conta uma tradição do povo, remanescente do próprio fundador, a palavra Arapiraca tem origens indígenas e, por analogia, significa: "ramo que arava visita". Entretanto, a luz da ciência, trata-se de uma árvore (foto ao lado) da família das Leguminosas Mimosáceas - Piptadênia (Piteodolobim), uma espécie de angico branco muito comum no Agreste e no Sertão e que o povo, a sua maneira, denomina de Arapira
O blog visa ampliar a visão sobre a cidade de Arapiraca/AL. Pretende-se tanto explicitar seus pontos positivos, como o que necessitam melhor, fugindo da lógica de que algumas coisas não devem ser publicizadas. Pretende, ainda, ser espaço de discussão e debate, sobre como aperfeiçoar as relações sociais, modificá-las, quando necessárias, ou mesmo como alterá-las, quando houver incompatibilidade entre o ato de pensar e agir de seu povo, e os interesses de uma minoria privilegiada. Enfim, pretende ser político sem ser politiqueiro; ser realista sem ter que esconder os sentimentos ou mesmo atos de sonhar quando for preciso.